Connect with us

Entrevistas

Vitor Emori (PL): “Mogi vem se desenvolvendo e não pode parar”

Temos hoje mais uma entrevista exclusiva com os vereadores e vereadoras de Mogi das Cruzes.

A proposta é você conhecer quem está na Câmara da cidade e os pensamentos e projetos dos políticos.

Conheceremos mais sobre o vereador Vitor Emori (PL) que nos enviou as respostas por e-mail.

O senhor poderia contar um pouco a sua história?

Tenho 57 anos e nasci na zona rural de Biritiba Mirim. Com 17 anos, minha família veio se instalar em Mogi das Cruzes, no Bairro Jardim Ivete, onde tivemos um comércio por quase 15 anos. Simultaneamente à atividade comercial, estudei e me formei em Economia, pela Universidade de Mogi das Cruzes. Em 1993, fui trabalhar no Escritório de Contabilidade e Despachante Sakai, ao qual estou até hoje.

Na última eleição, fui convidado para ser candidato a vereador pelo PL. Aceitei o desafio, feliz, mas ciente da enorme responsabilidade. Fiz minha campanha baseada na clareza e transparência do papel do vereador, independente de quem fosse o eleitor que estava me ouvindo, econômica ou socialmente. Obtive sucesso com 2.519 votos e fui o 6º candidato mais votado. 

Quais serão os seus principais pilares de atuação? E como você vê os problemas da cidade?

A cidade tem enormes desafios pela frente, principalmente com a crise sanitária do Covid-19. As receitas caíram, tanto nos cofres públicos quanto das famílias. Aos agentes públicos cabe a enorme responsabilidade de discutir políticas públicas porque num momento desses, não se pode errar. Temos que otimizar os recursos e meios para as realizações. Mogi das Cruzes vem num crescente desenvolvimento e não pode parar. Gerar emprego e renda, e ao mesmo tempo investir em saneamento básico, educação e saúde, sem margem de erros. Um grande desafio.

O senho está estreando na Câmara e faz parte desse grande grupo de renovação. Como o senhor enxerga esta mudança na Casa?

As urnas ditaram o que a população queria neste momento e temos que se respeitar. A renovação é salutar. Por isso que temos eleição a cada quatro anos. O vereador ou prefeito não pode se apegar ao cargo – tem que fazer o melhor no período de seu mandato e decidir o que for melhor para a cidade.

Como será a atuação do PL na Câmara?

Sou militante do Partido Liberal há anos. Participamos de cursos, palestras, lives e encontros frequentemente, inclusive em São Paulo e Brasília. O partido nos incentiva. Temos uma bancada na Câmara de Mogi das Cruzes de quatro vereadores, que frequentemente nos reunimos para tratar dos assuntos inerentes ao cargo. 

O que o senhor espera do mandato do prefeito Caio Cunha?

O prefeito Caio Cunha assumiu o cargo há menos de dois meses e tudo que ele precisa é de apoio para ter tranquilidade de governar. Logicamente que apontaremos de forma responsável e respeitosa os erros que identificarmos – esse é o nosso papel. A eleição acabou no dia 29 de novembro de 2020. Apoiamos o candidato derrotado pelo Caio Cunha, mas isso não significa que torceremos contra a administração atual. Somos mogianos e queremos o melhor para a cidade e isto passa pelo bom desempenho do atual Prefeito. Acredito na sua vontade, na sua garra e na sua equipe composta. 

Maior legado que pretende deixar

Espero contribuir com minha experiência de vida e fazer a diferença na vida das pessoas. Que meu posicionamento e minhas decisões possam contribuir de alguma forma para melhor. Fomos eleitos para isso. É o que a população espera de nós e procuraremos fazer.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *